quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

Em família

 

Passamos [quase] três dias em Paris com Geórgia, Christian e seus filhinhos Daniel e Viviane. Foi muito gostoso poder encontrar e abraçar ao vivo e a cores essa família com quem eu já "convivia" há cerca de 4 anos. 

Na verdade, meu contato com Geo vem de bem mais longe. Quando meus filhotes eram bem pequenos (na década de 90) ela escrevia histórias infantis para uma revista que eu comprava. E eles sempre pediam: "mãe, lê a historinha da Tia Geórgia!". Pois eu lia e relia seiláquantas vezes, já que a revistinha era trimestral e em cada uma vinha apenas UMA historinha. Lembro do dia que não teve historinha, mas teve uma despedida da Tia Geórgia, que ia "morar na Alemanha". Oh, que pena... nunca mais soube dela.

Até que um dia, no orkut de Sílvia, tinha uma tal de Geórgia, dizendo: "Sim, eu sou a Tia Geórgia das historinhas". Pronto, eu corri lá pra contar que lia pros meninos, e  desse meu jeito despachado começamos uma amizade pra lá de grande.

Geo se tornou a irmã que eu não tive, ouviu minhas queixas e dores na pior fase de minha vida, me aconselhou, me deu colo, emprestou o ombro... cuidou de mim, no sentido mais literal que possa ter a palavra CUIDAR. Não poucas vezes planejamos nos encontrar, quando ela esteve no Brasil, mas nunca dava certo.

Até que nosso encontro finalmente aconteceu, em Paris, cidade que era um sonho pra mim e pra ela! Foi uma emoção tão grande, que nem dá pra contar.

Viagem Canon 13-05-2010 009

Era tanta coisa pra conversar, tanto pra ser dito e ouvido, e tínhamos os maridos (e os filhos dela) pra dar atenção... mas conseguimos transitar bem não só pela cidade como por essa "saia justa"!

Como já tínhamos estado em Paris na semana anterior, nos sentimos os anfitriões deles na cidade. Sabíamos onde era legal ir, onde podíamos comer bem (o Flunch, em Montmarte foi a grande pedida), e que tipo de passeio as crianças iriam gostar.

Fomos com eles aos pontos turísticos mais famosos: Louvre, Notre Dame, Montmartre, Sacre Coeur, e, é claro, a subida na Torre Eiffel.

Viagem Nikon 14-05-2010 159 Viagem Nikon 14-05-2010 001 Viagem Nikon 14-05-2010 133

As crianças correndo pelos parques, dando comida aos pombos e passarinhos, andando no Carrossel que fica embaixo da escadaria de Sacre Coeur... são cenas que nunca vou esquecer.

Viagem Nikon 14-05-2010 135 Viagem Nikon 14-05-2010 137 Viagem Nikon 14-05-2010 026 Viagem Nikon 14-05-2010 069

 Viagem Nikon 15-05-2010 078 Viagem Nikon 15-05-2010 085 Viagem Nikon 15-05-2010 086 Viagem Nikon 15-05-2010 109

Viagem Nikon 15-05-2010 111

 

Numa das tardes geladas, resolvemos que precisávamos descansar, e para isso tomamos um ônibus qualquer, o primeiro que passou, afinal de contas estava começando a chover e  só queríamos estar sentados e abrigados. Sinto dizer que não foi a melhor pedida, isto é, não foi o melhor itinerário de ônibus o que aleatoreamente escolhemos. Eu fiquei acompanhando pelo mapa, pra ter idéia de onde estávamos indo, e quando vi que o ônibus ia sair do perímetro do metrô, alertei a galera pra saltarmos e pegarmos logo um metrô de volta. Que sufoco!!!

Viagem Nikon 14-05-2010 148

Fato curioso:

Depois de descermos da Torre, Daniel queria comer lanche do McDonald's e achamos que lá pelo lado de Montmartre encontraríamos. Pensemos: Em PARIS e PROCURANDO McDonald's???  Enfim, encontramos, mas só depois de percorrermos as ruas do Pigale, o famoso bairro boêmio (e pornô) de Paris! Continuo pensando o que ficou disso tudo na cabecinha das crianças... hehehe...

Ah, o MacDonald's do Pigale é diferente de qualquer outro. Tem toda uma atmosfera erótica... inclusive nos clipes que passavam na TV (já viram isso??) e no copo:

 Viagem Canon 16-05-2010 (5) Viagem Canon 16-05-2010 (6) Viagem Canon 16-05-2010 (4)

(Texto escrito em novembro/2010, e incluído no blog-que-virou-livro)

3 comentários:

Carla Ceres disse...

Tinha mesmo que incluir, Bel. É importante e bonito! Beijos!

Tâmara disse...

Eu ouvi essa história, e agora que está escrita, publicada e imortalizada (exagerei?) me dá mais vontade de escrever algumas histórias minhas que SEMPRE conto para os amigos!
Vai que esqueço um dia! :)
E Paris... ah, Paris!! :)

Georgia disse...

hahahahhaha, hoje senti saudades do nosso encontro em Paris e vim aqui ver as nossas fotos e encontro este teu post, rs.


Foi alucinante estes dias em Paris. Pena que estava frio.

Acho que as criancas nao perceberam nada, eles têm outros olhos que nós, rs.

Vc se saiu super bem em decifrar aqueles códigos terriveis de linhas de metrô, nada a reclamar amiga, eu nem me atrevi, ahahahahha, deixei rolar entre vc e o Christian, até porque eu estava o tempo todo de olho nos filhos numa cidade como Paris, eu morria de medo de perdê-los.

Sim, até eu viajei naquele carrossel, descansei as pernas e lembra que olhamos uma infinidade de lencos para pescoco? Cada um mais bonito que o outro.

Vc acredita que o Daniel ainda tem aquele balao plástico enooooooorme que o Christian comprou pra ele? Vou ver onde está e usá-lo neste verao no jardim.

Esse encontro foi mesmo inesquecível por todos esses motivos que vc escreveu.

Para mim, a noite mágica foi mesmo ter subido a torre a noite. Gracas a Deus que vc insistiu nesse passeio me dizendo que ia ser maravilhoso e foi mesmo.

Conseguimos lindas fotos lá em cima.

Agora...vc esquecer de contar que bebeu café lá e foi ao banheiro, hahahhha, coisa que vc queria muito fazer.

Bjao e obrigada por tudo principalmente por tua amizade.